Menu

Vídeos no Facebook ou no Youtube? Onde é melhor para a sua empresa?

Conforme a web e as redes sociais se desenvolvem, surgem novos conceitos que podem confundir quem não acompanha o mundo da internet de perto. Por exemplo, você sabia que existem muitas diferenças entre publicar o seu vídeo no YouTube e no Facebook? Estes detalhes podem ser determinantes para o seu sucesso ou fracasso, já que cada lado possui vantagens e desvantagens.

Criado em 2005 e comprado pelo Google no ano seguinte, o YouTube é, até hoje, a plataforma mais lembrada para se visualizar vídeos. No entanto, a rede social mais popular do planeta, o Facebook, começou em 2014 a incentivar cada vez mais o carregamento e a visualização de vídeos em sua própria plataforma. O objetivo de Mark Zuckerberg parece ser tomar o lugar do YouTube como principal site de vídeos da internet.

Para quem quer fazer o upload de um vídeo na web, o que fazer? Quais as diferenças entre colocar o seu vídeo no YouTube e no Facebook? A seguir, vamos responder estes e outros questionamentos.

Enviando vídeos para o YouTube

O YouTube possui um botão de upload com fácil acesso, sempre localizado ao topo da interface. Lá, é possível enviar o arquivo do vídeo que está no seu computador. Diversos formatos são suportados, como MP4, AVI, MPG, entre outros. A plataforma também permite o carregamento da maioria dos codecs de áudio. Ao longo dos anos, o YouTube buscou se tornar cada vez mais amigável ao usuário médio, então tudo é feito para que você não tenha que se preocupar com detalhes técnicos ao enviar o seu vídeo.

Para trabalhar com o YouTube, você precisa criar um canal, que funciona como se fosse o seu perfil naquela plataforma. Através dele, o público consegue ter acesso fácil a todos os seus vídeos, deixar comentários e seguir suas atualizações. Pela interface do YouTube você pode editar a aparência do seu canal, de modo que ele fique da forma que deseja.

Postando seus vídeos no Facebook

O Facebook é a rede social mais popular do mundo, o que significa um grande atrativo para quem quer atrair público por meio de vídeos. A estrutura do site busca cada vez mais incentivar o envio deste tipo de conteúdo, iniciativa chamada de Facebook Videos, oferecendo um player em plena evolução e o devido destaque nas páginas e perfis. Assim como no YouTube, não existem muitas restrições de formato nem tamanho: basta enviar o seu arquivo MP4, AVI ou outra extensão e aguardar o upload. Tudo isso é feito a partir da mesma tela onde se publica status de texto e fotos.

Do mesmo jeito que ocorre com outros tipos de posts, todo vídeo pode receber curtidas e comentários. O seu público também consegue marcar os amigos para recomendar o conteúdo a eles. Diferente do YouTube, porém, o Facebook não oferece a criação de um canal para o usuário. Os seus vídeos ficam associados ao seu perfil ou a uma página, como a de uma marca ou loja. Desta forma, pode ficar mais difícil para os seus usuários acessarem vídeos mais antigos. Por outro lado, o Facebook costuma aumentar substancialmente o alcance de posts em vídeo, já que a intenção é popularizar esta plataforma.

Escolhendo a plataforma ideal

A escolha entre YouTube e Facebook não deve ser feita com base na sua preferência pessoal. Ao trabalhar com produção de conteúdo para web, você precisa ter pleno conhecimento sobre o seu público-alvo. Portanto, vá para a plataforma onde a sua audiência já está. Como o YouTube e o Facebook oferecem funcionalidades de vídeo semelhantes, resta como fator de desempate, saber o que a sua audiência prefere. Lembre-se que um canal no YouTube facilita o acesso aos seus vídeos, enquanto o Facebook costuma oferecer alcance aumentado para vídeos postados na sua plataforma.

Já decidiu qual das duas plataformas você vai usar? Continue aprendendo mais sobre como obter sucesso no ambiente digital descobrindo o que é Inbound Marketing aqui em nosso blog.

Facebook Twitter Google+
Diagnóstico de Marketing Digital

Ebook para Iniciantes

Comentários

Share on Myspace
×