Menu

Marketing Digital: ações que vão muito além de Mídias Sociais.

A maioria dos profissionais de Marketing Digital trabalham somente Mídias Sociais como principal estratégia de captação de prospects para os seus clientes. O que resulta, se levarmos em consideração que essas ferramentas foram as principais responsáveis pela mudança de hábito dos consumidores, no principal responsável pelo início do novo processo de compra.

Todas essas mudanças levaram vários profissionais e empresários a acreditarem que o único caminho são as Mídias Sociais. E isso não acontece apenas no Brasil. Este é um erro muito comum, visto que passamos algumas boas horas do nosso dia em frente ao Facebook, Twitter, YouTube, Instagram dentre outros.

O Marketing Digital envolve várias estratégias, e as Mídias Sociais são apenas um fragmento dessa máquina. Quer ver um exemplo? No gráfico abaixo temos a representação de uma estratégia que foca apenas em redes sociais, com maior prioridade para o Facebook e menor prioridade para os outros canais da marca.

Acreditar que ter uma estratégia muito forte no Facebook ou ainda dedicar todos os seus esforços para essa rede é um problema bastante sério para muitas empresas – das pequenas às grandes. A regra de ouro da comunicação, principalmente a digital, é: “não coloque todos os ovos na mesma cesta”.

A queda de alcance orgânico do Facebook é a prova de que não podemos confiar cegamente todos os nossos esforços digitais a um segmento só. Agora, por que isso está errado? Bem, isso está errado por vários motivos. O principal motivo é: se um belo dia o Facebook simplesmente anuncia seu fim, suas centenas ou milhares de Fãs, além de todo aquele conteúdo postado na rede, simplesmente acabam junto.

Outra razão pela qual isso é errado é o fato de que o Google não indexa postagens de redes sociais. O máximo que ocorre é a indexação de perfis públicos e o link para perfis profissionais – nada mais do que isso. No final de 2015 o Facebook e o Google firmaram um acordo que permite ao Google aceder e indexar perfis do Facebook para o seu motor de pesquisa, mas os resultados ainda não são muito visíveis. Então, se você produz conteúdo interessante e quer que o Google encontre, tenha o seu próprio site ou blog.

O trabalho com mídia própria é o que está no gráfico a seguir. Quando damos maior peso e importância para os nossos próprios canais, a tendência é termos resultados mais interessantes.

Quando a estratégia tem foco no conteúdo e não em uma rede social em específico, os resultados tendem a ser muito melhores. Parto do conceito de que se o meu consumidor está no meu canal próprio, as chances de ocorrer a conversão são muito maiores, uma vez que podemos inserir Call-to-Actions (CTA) em qualquer lugar do meu site ou blog, sem restrição, porém sempre com objetivos bem determinados.

Neste cenário começamos a desenhar uma tendência mundial do Marketing Digital que no Brasil vem ganhando cada vez mais espaço, a metodologia chamada de Inbound Marketing (Marketing de Atração).

Mas e aí, você concorda com este artigo? Dê a sua opinião aqui nos comentários!

 

Facebook Twitter Google+
Diagnóstico de Marketing Digital

Ebook para Iniciantes

Comentários

Share on Myspace
×